19
maio
América Central, Experimentar, Fotografar

Klein Curaçao: a pequena Curaçao

Eu nunca montei um touro de rodeio, mas suponho que a sensação de andar no lombo de um seja a mesma de andar em um barco contra a corrente. E assim começou o nosso passeio às 07:00 da manhã. Na verdade, começou tranquilamente quando o nosso barco saiu pela Baía Espanhola. No caminho, íamos avistando as belas mansões que fazem parte de um condomínio de luxo e, naquele momento, reavaliei as minhas prioridades de consumo. O céu estava nublado e eu não parava de pensar que talvez não tivesse sido uma boa ideia ter feito aquele passeio naquele dia, mas não tendo reservado com antecedência, estávamos reféns da disponibilidade das operadoras. Com poucos dias em Curaçao e com uma vontade louca de se isolar um pouquinho, teria que ser com a empresa que tivesse vaga. Assim, a esperança de um céu da cor das águas do Caribe me mantinha empolgado durante o trajeto.

01 - Curaçao Spanish Bay

02 - Curaçao

Foram duas horas e meia de subidas e descidas. O barco enfrentava bravamente as ondas e com perseverança seguimos o nosso caminho até Klein Curaçao, uma pequena ilha localizada a duas horas de barco da ilha principal. Na dúvida, antes de embarcar, tomei um remédio para evitar enjoo. Sinceramente, era a minha primeira vez em alto mar em um barco pequeno e preferi ser cauteloso, não queria que nada estragasse o passeio. Não sei se teria resistido sem o Vonau e não sei se foi efeito colateral do remédio, mas eu parecia uma criança naquela montanha russa marítima, rindo toda vez que a proa apontava em direção ao céu. Tudo era novidade, inclusive a água que espirrava na gente. Tendo ficado na parte de cima do barco, eu era um dos primeiros a ser atingido – mas tudo bem, é o preço que se paga pela vista privilegiada.

03 - Miss Ann Boat Trip

04 - Miss Ann Boat Trip

05 Farol Klein Curaçao

06 Klein Curaçao

07 - Klein Curaçao

Na bandeira de Curaçao, a ilhota é representada pela estrela menor. A ilha é bem pequena e pode ser percorrida a pé. De um lado, as praias com o mar que é sinônimo de Caribe: águas azul turquesa serenas. Do outro lado, um mar feroz e hostil que aos poucos castiga os destroços de um navio, hoje, parte da paisagem. Quando chegamos, o dia ainda estava nublado, mas as nuvens começavam a se dispersar. Tomamos café no acampamento e fomos explorar a ilha. Primeiro, margeando a praia em direção ao norte. Depois, fomos fazer uma visita ao velho farol. Construído em 1850, hoje o farol encontra-se completamente abandonado e após visitá-lo, eu não parava de pensar porque ninguém pensou em fazer dele um hotel. Imagina só a experiência de passar uma noite em uma ilha de apenas 1,7 km2. Você toparia?

08 - Fauna Klein Curaçao

09 - Farol Klein Curaçao

10 - Farol Klein Curaçao

11 - Farol Klein Curaçao   12 - Farol Klein Curaçao

13 - Farol Klein Curaçao

14 - Farol Klein Curaçao

15 - Farol Klein Curaçao

Seguimos em direção à carcaça do navio. Provavelmente, o farol já não funcionava e sem orientação, a embarcação encalhou e fez dali o seu jazigo – procurei por essa informação, mas tudo o que encontrei foi o nome do navio: Maria Bianca Guidesman. Há destroços de outros barcos menores e muita ferragem espalhada pela praia. Há uma certa poesia naquela visão de destruição e eu ficava imaginando o que encontraria se retornasse daqui a 5 anos.

16 - Maria Bianca Guidesman

17 - Maria Bianca Guidesman

18 - Maria Bianca Guidesman

19 - Klein Curaçao

21 - Maria Bianca Guidesman

Quando voltamos ao nosso porto seguro na ilha, abrimos o guarda-sol e ficamos lagarteando e conversando com os nossos mais novos amigos brasileiros. Há três empresas que fazem o passeio: Mermaid Boat Trips, Miss Ann Boat Trips e Bounty Adventures. As duas primeiras possuem um acampamento-base em Klein Curaçao. Os preços variam de US$ 95,00 a US$ 105,00, sendo que é possível pagar mais US$ 10,00 para uma van buscar e levar ao hotel. Um grupo de funcionários chegou antes de nós para garantir que a instalação estaria pronta para nos receber. É tudo muito simples, mas funcional. Além do café da manhã, o passeio também inclui um almoço com carne, vegetais e frutas de sobremesa, além de bebida à vontade. A única coisa com que o viajante tem que se preocupar é levar toalha, protetor solar, chapéu e snorkel.

22

23

24

25

26

27

28

Pra baixar a comida, fui caminhando em direção ao sul da ilha, onde as praias são mais arenosas. Alguns trechos da praia são formados por restos de corais e o vai e vem da onda faz um barulho mágico como um sino de vento.  E entre mergulhar, caminhar e tomar sol, as horas foram passando.

29

30

31 - Klein Curaçao

32 - Klein Curaçao

34 - Klein Curaçao

35 - Klein Curaçao

36 - Klein Curaçao

37 - Klein Curaçao

38 - Klein Curaçao

39 - Klein Curaçao

40 - Klein Curaçao

41 - Klein Curaçao

42 - Klein Curaçao

43 - Farol Klein Curaçao

Um pouco antes de levantarmos acampamento para voltar para Curaçao, uma das funcionárias nos chamou para nadar com as tartarugas. Caminhamos um pouco até uma área de água mais turva. Naquela parte, a água não é tão cristalina por causa das algas que servem de alimento para as tartarugas. Mergulhei com snorkel achando que elas não iriam aparecer, mas não é que elas estavam lá? Eu só vi uma, outras pessoas viram mais, mas aquele breve contato com a natureza foi suficiente para me deixar com um sorriso de orelha a orelha. Se bem que a guia bem que poderia ter nos avisado antes sobre as tartarugas, não nos 45 do segundo tempo. Já sabendo que estava se aproximando a hora de voltar e sem relógio para controlar o tempo, senti que não curti essa parte com a calma que deveria. E claro que também senti falta de uma câmera submarina para registrar o delicado nado das tartarugas.

Por volta das 3:00 da tarde, começamos os preparativos para regressar à ilha principal. Subimos no bote que nos levou ao barco e seguimos para Curaçao. A viagem de volta foi bem mais tranquila, nada dos solavancos da ida, e aproveitei para descansar um pouco. Quem disse que descansar na praia não cansa? E assim foi mais um dia no paraíso.

44 - Klein Curaçao

45 - Klein Curaçao

46 - Klein Curaçao

47

48

49

50

  • elizabeth

    Relato maravilhoso!!!
    Adorei conhecer vcs nessa linda viagem!!!

    • Thiago Magalhães

      O prazer foi todo nosso, Elizabeth! E ficamos felizes que você tenha gostado do texto.